sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Moda x Estilo

Ano passado fui a uma palestra do Dudu Bertholini (aka Neon) que teve aqui em Londrina e desde então fico pensando em como escrever pra vocês sobre esse tema: moda x estilo. Todo mundo sabe que são coisas (muito) diferentes, certo? Mas acho que por causa da quantidade enorme de informação que recebemos por todos os lados, acabamos nos deixando influenciar por pessoas (blogueiras, jornalistas, stylists e tantos outros profissionais da moda) e tendências.

A construção de um estilo acontece de um jeito pra cada um. Algumas pessoas (poucas, na verdade) já se conhecem bem desde criança e sabem exatamente aquilo que as favorece. Sempre digo por aqui que experimentar deve ser a palavra de ordem dentro do universo da moda. Se não tentarmos coisas novas, estaremos sempre presos àquilo que já não é mais novidade, né? E esse não é o objetivo!

Não me entendam mal, acho que dá pra adaptar tudo ao estilo de cada um, mas sempre respeitando sua identidade. Moda é bem isso: as roupas e os acessórios falam por cada um, mesmo que muitos nem percebam esse poder que a estética visual tem. Moda não é futilidade: é cultura, costume, tradição, identidade visual e estado de espírito. Sites e blogs de estilo de rua são registros sociais de uma época, traduzem todo o contexto do momento pra quem analisa as fotos.

E vocês já se perguntaram como é que as pessoas tem veem? E como é que você mesmo se vê?
Você tem um estilo definido? Não precisa ser aquela coisa imutável e taxativa: "sou romântica", "pin-up" ou "rocker total". Ninguém fica se fantasiando todos os dias só pra ser fiel ao próprio estilo. Dá pra aliar mil tendências diferentes a um estilo, e isso se aprende na prática. Sem esquecer que é experimentando e errando que se aprende, né? =)

Como muitas personalidades da moda já disseram, a moda passa e o estilo fica. E sim, isso é verdade. Resolvi escrever isso aqui pra que vocês, leitoras, pra que tentem definir o seu estilo. Dessa forma, vocês poderão se conhecer muito melhor, acertar mais na hora de comprar e, inclusive, na hora de se olhar no espelho e se sentir bem. Não tem nada pior nesse mundo do que forçar a barra, tenho certeza que todo mundo já saiu com a seguinte dúvida: "será que eu tô bem?" Geralmente, isso acontece quando a gente não se sente à vontade com a roupa que escolheu. Aí, seria melhor descartar a peça ou tentar usá-la de uma maneira diferente. Outra ideia bacana é ficar com ela em casa por um tempo pra ver se você se acostuma. Se der certo, ótimo. Se não, parte pra outra sem pensar mais vezes.

Esse não é um post de auto ajuda, viu meninas? hahah É apenas um jeito que encontrei pra falar sobre o que penso a respeito da moda e do estilo de cada um. Espero que todas já tenham se encontrado! E pras que ainda não tem muita certeza a respeito do seu estilo, continuem tentando! Vale muito à pena e é muito importante conhecer aquilo que mais combina com você! A partir de agora, vou dar mais espaço ao meu lado jornalista pra escrever um pouco mais sobre tudo que já estudei e li, referente a esse mundo que fascina tanta gente e que move uma das indústrias mais lucrativas do mundo!
Beijos! =*

2 comentários:

Anônimo disse...

Tchuquinhaa! ameeei seu texto!!!
Seu estilo é incrível, transmite a sua essencia, e vc escreve mto bem sobre isso!
amo vcccc!!!!!
bjs,
Paula =)

Solenita disse...

Que coisa mais meiga e linda você com esse seu lado jornalista misturado a moda. Amei!!! Bjs!