terça-feira, 2 de março de 2010

London Fashion Week - parte II

Pra finalizar, os últimos de Londres que eu mais gostei:
ISSA - a Issa é da Daniela Helayel, brasileira radicada em Londres. Dá pra perceber bem as influências tupiniquins em várias partes da coleção. Muito colorido com base preta, o que é mais sóbrio e não fica tão dark. Os looks tem uma bossa diferente, apesar de serem compostos em tons escuros.
PRINGLE OF SCOTLAND - um quê de medieval, muito verde, lã e tricôs. Vestidos, casacos e saias com ar de desconstrução deram o que falar no desfile da Pringle, que é básica, clássica e nessa coleção, é meio "mendigo chic".
SASS AND BIDE - listras e estampas em preto e off-white não faltaram no desfile da Sass and Bide. Muitos recortes, fendas, plumas e peles na coleção nova. Os detalhes, bem arrojados, fizeram muita diferença na composição das peças.

TOPSHOP UNIQUE - bem esdrúxulo e com referências nos bárbaros. Essa pareceu ser a principal inspiração pra coleção nova da TopShop Unique. Looks com cara de homem das cavernas dominaram a passarela. Casacos bem grossos, muita pele, cintura alta, meias de lã desenhadas, couro, sobreposições doidas e bastante marrom, marinho e jeans:

VIVIENNE WESTWOOD RED LABEL -  quem conhece nem se dá ao trabalho de estranhar. Vivienne Westwood busca o mais diferente e sempre chega lá, estação após estação. Várias sobreposições, misturas de estampas e casacos nas mais diferentes modelagens. O diferente mesmo é que ela parece não seguir nada ao elaborar uma coleção. É bem misturado, e o melhor: sempre dá certo!

0 comentários: