sábado, 13 de fevereiro de 2010

Couture - Givenchy

A mulher parisiense da década de 70 foi o ponto de partida de Riccardo Tisci, designer da GIvenchy. A alfaiataria esteve mais do que em destaque na coleção, os smokings masculinos foram bem explorados, assim como macacões e uma tendência rocker sutil. Os cocktail dresses de organza foram outro hit do desfile, e vale notar que dois longos seguiram a tendência da dança flamenca. Eclético!
Vestidos: comprimentos curtos, volumes em babados e transparência. Reparem no último look: o short vem se destacando cada vez mais na alta costura, o que eu acho ótimo. Lindo e prático, né? Pra quem quiser relembrar o desfile da Chanel, repleto de terninhos com bermudas, é só clicar aqui.
P&B: smokings, volumes, franjas e babados. Tudo em preto e branco.
Longos: bordados, renda e macacão. E esse negócio na cabeça? Não parece cúpula de abajur? Ih, quem lembra do desfile do Samuel Cirnansk, agora na SPFW?
Azul: cortes retos nos vestidos, usados com capas transparentes em marinho. Macacões e estampas que remetem aos anos 70.
Verde: psicodélico!
Púrpura: o brilho do tecido remete ao couro, tendência forte. Deem só uma olhada nos longos à la dança flamenca. Misturando influências.
Givenchy em detalhes:
Nos pés: ankle boots larguinhas (acredito que esses detalhezinhos sejam pra lembrar o estilo oxford), cuissardes (botas de cano super alto) e sandália fechada roxa linda.
Make forte, dramático e expressivo. Cabelos soltos e lisos, repartidos ao meio. Nas cabeças de algumas modelos, acessórios que lembram as tais cúpulas de abajur, que falei lá em cima.

0 comentários: